A INFÂNCIA DIANTE DA TV



Com o início das férias, pais devem estar atentos à exposição excessiva dos filhos diante da TV. Agora que ela está conectada à internet, a televisão apresenta novas possibilidades às crianças e desafios aos pais

Presente quase que unanimemente nos lares brasileiros, a televisão representa companhia, ainda que virtual. Nas férias, quando crianças têm mais tempo livre devido à folga da escola, a tevê fica ainda mais “exibida” e se mostra aos pequenos como uma alternativa de diversão. E isso se mantém mesmo com a popularização de outros aparatos tecnológicos, como smartphones e tablets, já que, hoje, a televisão também se conecta. Nesse contexto, o uso correto do equipamento e da programação veiculada por ele pode ser benéfico para a educação das novas gerações, mas, se feito em excesso, oferece riscos tanto à saúde dos pequenos (incluindo distúrbios oculares e obesidade), como às suas relações sociais, como perda de empatia e contato com o outro. Com o início das férias e, consequentemente, o aumento da permanência das crianças em casa, a atenção para estes efeitos deve ser reforçada.

“Quanto mais a criança fica presa ao aparelho dentro de casa, consequentemente mais fora de outras atividades ela está”, explica o psicólogo. Segundo o profissional, o isolamento causado pela tevê, além de prejudicar a saúde, cerceia o contato da criança com a família — quando esta não se envolve na ação.

A psicanalista do Centro de Referência à Infância, considera essa uma visão pessimista do uso da televisão. Ela pontua que, no contexto positivo, a tecnologia possibilita a participação mais direta dos jovens na sociedade, principalmente com o uso da internet, “ressaltando as produções próprias sem intermédio de adultos” — a exemplo dos youtubers mirins.

No entanto, quando associada a televisão à internet e às novas mídias móveis, segundo o psicólogo, existem riscos relacionados “à privacidade e ao uso indevido de dados e da imagem das crianças e seus grupos de pertença e novas formas de trabalho infantil e de exposição da criança na vida pública. (…) Por outro lado, há oportunidades de livre expressão da criança sobre questões que lhe dizem respeito, de acesso à informação”, conclui a pesquisadora.

TV não deve substituir interação com outras crianças

Maria, 7, e João, 3, têm algo em comum além de gostar de assistir à televisão: ambos fazem bastante exercício físico para compensar o tempo que ficam sentados. João luta judô e Maria, que deve começar a fazer balé, passa horas brincando com seus cachorros e brinquedos. Essas atividades são exemplos do que as crianças podem fazer para não ter problemas de saúde como sedentarismo, obesidade e distúrbios oculares relacionados à atividade.

“Aí você tem que verificar se existem outros hábitos da criança pouco saudáveis, como alimentação inadequada, predisposição à obesidade”, cita o psicólogo e psicanalista. Quando a criança não brinca com outras de sua idade ou com seus familiares, ela também pode ter dificuldade em experimentar empatia — se colocar no lugar do outro. “Por mais ‘interativo’ que um programa seja, nunca vai substituir a interação humana, cheia de afetos que a máquina não consegue passar”, ressalta a psicanalista.

Pais devem acompanhar filhos diante da televisão

Manter as crianças sozinhas diante da televisão é como deixá-las desacompanhadas na rua. Sem a monitoria de adultos, elas ficam à mercê dos conteúdos disponibilizados pelas empresas de entretenimento. Mesmo que a maioria delas demonstre facilidade em dominar questões técnicas do uso da internet, crianças não são “nativas digitais” e não têm discernimento suficiente para desbravarem sozinhas os caminhos da rede. Pais, portanto, devem acompanhá-las nesta jornada dando dicas de aplicação das ferramentas online e sugestões de diferentes canais que possam contribuir para a aprendizagem cultural, científica e social delas.

“Tratá-las como ‘nativos digitais’ é também deixá-las sozinhas ao bel prazer da educação oferecida pelas empresas num entretenimento passível de ser acessado ‘gratuitamente’ na rede.

TV assistida em família pode despertar diálogos com as crianças

A programação de TV, quando acompanhada pelos pais, pode despertar diálogos com as crianças sobre os mais diversos temas. Uma oportunidade para transmitir lições e valores. Arte, ciência, política, economia, questões sociais. A televisão guarda em si um universo de conhecimentos que, na medida certa, contribuem para o desenvolvimento das crianças. Desenhos animados e até mesmo novelas e telejornais — desde que consumidos com bom senso e respeito à classificação indicativa — podem ser ferramentas importantes quando utilizadas pelos pais para ensinar aos filhos noções de cidadania.

Nos desenhos animados, principalmente, até mesmo o fantástico pode ser didático, visto que estimula a criatividade e a capacidade de idealização. Entretanto, é preciso estar atento aos comportamentos repreensíveis dos personagens e às ideias que eles reproduzem. “Idealizar é uma função, de certo modo, adaptativa”, compreende o psicólogo e psicanalista.

Classificação indicativa

Observar a classificação indicativa das tramas é, ainda, a melhor forma de se certificar de que aquele conteúdo pode ser assistido junto a crianças. A opção por deixar que os pequenos acessem o que está sendo exposto não é, contudo, uma forma de fazê-los absorver o que estão vendo.

“A leitura que a criança vai estabelecer dos conteúdos se associa ao seu repertório sociocultural, às mediações escolares e parentais, entre outros fatores que podem pôr em questão ou fortalecer as visões de mundo difundidas nas narrativas midiáticas”.

__________________________________________________________________________________________

Fonte: http://www.opovo.com.br/jornal/cienciaesaude/2017/07/a-infancia-diante-da-tv.html


Veja Também:


  • A CÉLULA QUE EXIBE A GENÉTICA

    Na fertilização in vitro, é possível realizar, com apenas uma célula, exames genéticos e evitar possíveis doenças hereditárias. Escolha de sexo para o bebê,...

    Leia Mais ( + )
  • A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E A GERAÇÃO ALPHA

    A inteligência artificial e a Geração Alpha Meninas e meninos de até sete anos de idade vivenciarão o contato com tecnologias de inteligência artificial...

    Leia Mais ( + )
  • A PRÁTICA DO HOME CARE

    O Home Care deve ser compreendido como uma modalidade contínua de serviços na área de saúde, cujas atividades são dedicadas aos pacientes/clientes e a...

    Leia Mais ( + )
  • A ENFERMAGEM E A PRESERVAÇÃO DA VIDA HUMANA

    Precisamos priorizar o ensino e a pesquisa próprios da enfermagem, sem perder o olhar holístico para o indivíduo. A história da enfermagem confunde-se com a...

    Leia Mais ( + )
  • SAÚDE BUCAL: O que a sua boca tem a dizer sobre sua saúde

    Mesmo o melhor sorriso é capaz de ocultar sinais que, sem o devido acompanhamento, podem trazer sérios problemas para o corpo. O corpo humano...

    Leia Mais ( + )
  • CUIDADOS COM OS MÚSCULOS: Cuidar dos músculos ajuda a prevenir lesões e ganhar resistência

    MENOS LESÕES, MAIS RESISTÊNCIA. A musculação é um dos exercícios mais eficazes para o fortalecimento muscular. Cuidar dos músculos é mais do que uma...

    Leia Mais ( + )
  • ALIMENTAÇÃO: O que pode ser cilada

    Informar-se é a primeira atitude na hora de buscar uma alimentação mais adequada para ter saúde e emagrecer. Cair no conto dos produtos que...

    Leia Mais ( + )
  • DORMIR DE REDE: HÁBITO ANCESTRAL QUE NÃO PREJUDICA A COLUNA

    Anterior à colonização europeia, o hábito de dormir de rede não representa riscos à coluna, apesar do receio difundido popularmente. Comum nas casas do...

    Leia Mais ( + )
  • CONFIRA CINCO DICAS PARA PREVENIR A RINITE ALÉRGICA

    A doença é causada pela falta de cuidado nas residências e também pela variação de temperaturas. Com a variação de temperaturas no dia a...

    Leia Mais ( + )
  • CHIKUNGUNYA: A DOENÇA QUE FICA E INCAPACITA

    Na fase crônica da doença, depois de três meses de sintomas, o vírus da chikungunya escolhe “santuários” nas articulações e causa inflamações que vêm...

    Leia Mais ( + )
  • POR DENTRO DO GLAUCOMA

    O glaucoma é uma doença degenerativa do nervo óptico, progressiva e silenciosa que cursa com diminuição do campo de visão até a cegueira em...

    Leia Mais ( + )
  • MIOPIA, MITOS, VERDADES E INFLUÊNCIA DOS CELULARES

    Um estudo populacional, realizado com crianças da Austrália, comprovou que aquelas que passavam muito tempo em celulares e tablets tinham maior chance de ter...

    Leia Mais ( + )
  • DORMIR 8h? EVITAR CERTOS ALIMENTOS? CONHEÇA MITOS SOBRE SONO

    Não é verdade que para ter uma boa noite de sono é preciso dormir por oito horas ou que comer queijo antes de dormir...

    Leia Mais ( + )
  • COMO PREVENIR DOENÇAS RECORRENTES EM ÉPOCA DE CHUVA

    As chuvas aliviam o calor dos dias, mas podem repercutir em doenças se as pessoas não ficarem atentas. Viroses, gripe, dengue e inflamações estão...

    Leia Mais ( + )
  • CUIDADOS SIMPLES EVITAM A CONJUNTIVITE

    1 Olho coçando, vermelho, irritado e a sensação de que você está com areia dentro dele. Cuidado: você pode ter contraído conjuntivite. Uma doença muito...

    Leia Mais ( + )
  • AS REAÇÕES DO CORPO AOS ELETRÔNICOS

    A maneira de olharmos o celular ou tablet, com a cabeça para baixo, já força um dos principais músculos do corpo. Despreparado, ele sofre...

    Leia Mais ( + )
  • ALIMENTAÇÃO É ALIADA NO TRATAMENTO DE CANDIDÍASE DE REPETIÇÃO

    Toda mulher em algum momento da vida será acometida de candidíase. Coceira, corrimento, ardor são alguns dos sintomas da doença, ainda mais freqüente nos...

    Leia Mais ( + )
  • OSTEOPOROSE: o que é e como tratar

    Doença ligada à falta de cálcio afeta principalmente os idosos. Muitas vezes, o mal só é descoberto após uma fratura óssea, mas há maneiras...

    Leia Mais ( + )
  • TUBERCULOSE: Cai índice de cura da tuberculose no Ceará

    O percentual de cura de pessoas diagnosticadas com tuberculose diminuiu ao longo de seis anos no Ceará. De 2011 a 2016, houve redução mínima...

    Leia Mais ( + )
  • DEZ CAUSAS DA INSÔNIA

    A dificuldade para dormir é muitas vezes um mistério para pacientes e médicos. Cientistas tentam desvendar o mais comum distúrbio do sono, associado a...

    Leia Mais ( + )
  • HÁBITOS PARA COMBATER A OBESIDADE

    A reeducação alimentar pode ser bastante eficaz no combate à obesidade que, de acordo com recentes dados do Ministério da Saúde, atinge mais da...

    Leia Mais ( + )
  • ALIMENTAÇÃO: Atenção às alergias

    Os bebês podem apresentar alergia à proteína do leite de vaca e também a alguns alimentos. Nesses casos, oferta é ainda mais cuidadosa. Não...

    Leia Mais ( + )
  • MULTIFUNÇÕES: Por que a vitamina D se tornou a substância da moda para a saúde

    A maior fonte da conhecida vitamina D é o sol. Diante das descobertas sobre as multifunções que ela exerce no organismo, a suplementação é...

    Leia Mais ( + )
  • O QUE FAZ BEM AO CORAÇÃO

    Principal causa de morte no mundo, as doenças cardíacas são silenciosas e, por isso mesmo, exigem cuidados. As doenças do coração são a principal...

    Leia Mais ( + )
  • O SUPER CÉREBRO DOS BEBÊS

    Os bebês têm um cérebro pronto para adquirir experiências e aprendizados que surpreendem. Herança genética e influência do meio definem o desenvolvimento cerebral. Qual...

    Leia Mais ( + )
  • OBESIDADE INFANTIL: O desafio de manter bons hábitos na escola

    Ensino, interação social, valores e também educação alimentar. O ambiente escolar pode e deve ser espaço para o cultivo de boas práticas alimentares, que...

    Leia Mais ( + )
  • COMO ESTIMULAR A MENTE

    Toda pessoa, criança ou adulta, pode criar estratégias para aprender, mas educadores ensinam maneiras de estimular a aprendizagem. Não há consenso entre os educadores...

    Leia Mais ( + )
  • A NOVA TERCEIRA IDADE: VELHO É O SEU PRECONCEITO

    Boa parte das pessoas com mais de 60 anos fogem, cada vez mais, da imagem de senhores apoiados em bengalas ou em cadeiras de...

    Leia Mais ( + )
  • TERAPIA COM ANIMAIS: O EXERCÍCIO DO AFETO E DO CUIDADO

      Idosas de uma casa de repouso participam da terapia assistida por cães. Melhoras na sociabilidade, na memória, na autoestima e na coordenação motora...

    Leia Mais ( + )
  • TERCEIRA IDADE CONHEÇA SEUS LIMITES

      O acompanhamento médico ajuda a identificar as restrições do idoso antes da escolha do exercício ideal. Vale buscar também outros profissionais, antes de...

    Leia Mais ( + )
  • PARTO NORMAL

    A redução das taxas de cesáreas foi discutida em Fortaleza durante congresso internacional. Tecnologia e conhecimento são caminhos apontados para evitar as cirurgias desnecessárias....

    Leia Mais ( + )
  • OS MÉTODOS ANTICONCEPCIONAIS

    As pílulas avançam com os anos e oferecem doses de hormônios menores para as mulheres. Para algumas, as pílulas continuam a ser parceiras para...

    Leia Mais ( + )
%d blogueiros gostam disto: